Exposição: Carlos Motta – Móveis de madeira reutilizada

 

A exposição traz móveis criados a partir de madeira e ferro reutilizados que, provenientes de demolições, ganham nova vida nas mãos do designer Carlos Motta.
 
“Grande parte do que venho desenhando é para ser produzido com essa madeira de redescobrimento, rediscovered wood. É assim que é conhecida por aí no mundão. Reaproveitar, fazer novo uso do material”, explica Carlos Motta. “Na mostra, fica clara a responsabilidade ambiental e social, como pré-requisito de primeira grandeza para a realização do bom design. Sabemos quanto está desgastada a palavra sustentabilidade, porém é o que buscamos, esta é a meta da humanidade”.
 
Esse conjunto de peças feitas sem pré-requisitos de um cliente revela a simplicidade construtiva e o respeito à madeira recolhida em demolições e a ser reaproveitada. Algumas são peças únicas, outras podem ser repetidas em pequenas quantidades. Suas cadeiras, poltronas, mesas e bancos de produção inteiramente artesanal, de seu próprio ateliê, são um depoimento vivo do talento da marcenaria de Carlos Motta.
 
Entre as peças em exibição estão o Sofá Mantiqueiras, o Banco Butantã, a Poltrona Ariri, a Mesa Baixa Jaraguá e o Banco Mandacaru, nas linhas Astúrias, Parati, Sahy e Vitória. “Para o MCB, apresentar a obra recente do designer Carlos Motta, mais que certificar sua consequente trajetória, nos remete à segunda edição do Prêmio Design MCB em 1987, quando as cadeiras Estrela e São Paulo receberam o primeiro lugar na categoria de móveis. A premiação sinalizava seu trabalho dentro da melhor tradição da marcenaria brasileira”, diz Giancarlo Latorraca, diretor técnico do MCB.
 
Exceção no conjunto de peças apresentadas por Carlos Motta, as Cadeiras Havaianas foram criadas em madeira certificada e, assim como as sandálias, são apresentadas em várias cores: amarelo, prateado, azul, dourado, cinza chumbo e vermelho.
 
Na noite de abertura da exposição será lançado o livro “Carlos Motta e a vida”, pela Bei Editora, que abrange design de móveis, arquitetura, família, amigos e surfe.
 
Abertura e lançamento de livro: 8/6, às 19h30
Visitação: até 4/7
Acesso a pessoas com deficiência
Visitas orientadas: 3032-2564/agendamento@mcb.org.br
Estacionamento: R$ 12,00 no dia da abertura; de terça a sábado, até 30 min., grátis; até 2 horas, R$ 8,00, demais horas, R$ 2,00; domingo: preço único, R$ 12,00.

 

Fonte: http://migre.me/MxUq

Anúncios