Curso de difusão “A salvaguarda do patrimônio cultural intangível: desafios teóricos e práticos”, no CPC-USP

Partindo do pressuposto de que patrimônio cultural e práticas de preservação são realidades históricas, portanto, mutáveis, o curso focalizará inicialmente as principais transformações ocorridas nesse âmbito das políticas culturais ao longo do século XX e os valores e sentidos que lhes são atribuídos hoje. Nesse processo, destaca-se a formação do conceito de patrimônio cultural intangível. Em seguida serão discutidos os principais instrumentos jurídico-administrativos criados na última década para a proteção desse novo tipo de bens patrimoniais, seus principais pressupostos teóricos e desafios que se colocam à sua aplicação. Finalmente, com base em exemplos concretos expostos pelo professor responsável e por especialistas convidados, serão focalizados inventários, lugares, oralidade, práticas universitárias, assim como a produção e disseminação de registros audiovisuais e os efeitos da salvaguarda sobre a dinâmica sociocultural das comunidades envolvidas em projetos de desenvolvimento social. Atenção especial será dada à problemática da participação dos detentores do patrimônio no processo de salvaguarda.

Ministrante: Prof. Dr. Antonio A. Arantes (UNICAMP)

Curso de difusão: 24h

Período: 15/09 a 03/11/2011, às quintas-feiras das 14h30 às 17h30

Público-alvo: Pesquisadores e agentes de preservação do patrimônio cultural

PROGRAMA

Parte I. Marco teórico

A formação do conceito de patrimônio cultural intangível. Instrumentos jurídico-administrativos de proteção: pressupostos teóricos e implicações práticas.

15 de setembro
Valores e sentidos do patrimônio cultural na atualidade: a emergência do conceito de patrimônio cultural intangível.

22 de setembro
A salvaguarda do patrimônio cultural intangível: objetivos, domínios e instrumentos.

29 de setembro
Inventariando o intangível: pressupostos teóricos e práticos.

Parte II. A salvaguarda em ação

Com base em exemplos concretos, serão focalizados novos domínios (oralidade e práticas universitárias), assim como aspectos polêmicos de inventários, documentação e registros ou listas representativas, com ênfase nos efeitos dessas ações sobre a dinâmica sociocultural. O curso contará com a participação de especialistas convidados.

6 de outubro
A questão da oralidade e do improviso na salvaguarda de expressões culturais populares. Convidada Profa Dra. Jerusa Pires Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

13 de outubro
A salvaguarda do saber fazer: valor expressivo e utilidade do artesanato de tradição. Convidado Prof. Dr. Rogério Proença Leite, Universidade Federal de Sergipe.

20 de outubro
Lugares sagrados: dilemas em torno da salvaguarda da Cachoeira de Iauaretê. Convidado Prof. Dr. Geraldo Andrello, Universidade Federal de São Carlos.

27 de outubro
Documentação e disseminação das expressões culturais tradicionais. Convidado Paulo Dias, Associação Cultural Cachuera!, São Paulo.

3 de novembro
O patrimônio cultural intangível da universidade. Convidado Prof. Dr. José Tavares Correia de Lira, Universidade de São Paulo. Encerramento e avaliação

Taxa: R$ 150,00

Vagas: 30

Vagas gratuitas: 5

POLÍTICA DE ISENÇÕES

Até 5 candidaturas poderão ser dispensadas de pagamento de taxa de matrícula, desde que solicitadas por candidatos que comprovem falta de recursos. Respeitando o critério geral adotado para a seleção, os pedidos de isenção de pagamento de taxa de matrícula serão priorizados em função do grau de necessidade do solicitante.

Pré-Inscrições: 12 a 22/8/11 – envio de resumo da trajetória profissional e acadêmica pertinente (máximo de 500 palavras) e dados pessoais para cpcpublic@usp.br                                                     

23 a 30/8/11 – análise da documentação

01 a 09/9/11 – orientação dos aprovados para efetuar a inscrição e pagamento da taxa

Critério de Seleção
Adequação do perfil do candidato aos objetivos do curso. Na classificação, será dada prioridade às trajetórias acadêmicas e experiências profissionais mais compatíveis com o programa.

Critérios de aprovação no curso: Frequência mínima exigida de 85% bem como participação nas atividades. Carga horária mínima de 18h para aprovação do aluno.

Periodo: 12/08/2011 à 09/09/2011
Horário: 10h-16h
Local: Os eventos são realizados na sede do CPC-USP / Casa de Dona Yayá, Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo, SP.

Fonte: CPC-USP

Anúncios