Conferência Internacional “Patrimônio Cultural: memória e intervenções urbanas”, na FAUUSP

[Clique na imagem para ampliá-la]

DG_NAPSP Seminario 2013_Cartaz para Web 2013-08-05

Núcleo de Apoio a Pesquisa São Paulo: cidade, espaço e memória / NAPSP

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL: PATRIMÔNIO CULTURAL: MEMÓRIA E INTERVENÇÕES URBANAS

 

Agosto 2013

 

Release Conferência

 

A Conferência Internacional insere-se no temário analítico do NAPSP e propõe-se como atividade conjunta com a Pró-Reitoria de Pesquisa da USP no programa USP Conferências 2013. Envolve na sua organização docentes  de várias unidades da USP (FAU; FFLCH; MP; IAU). Os convidados pertencem a universidades, Ongs e associações da sociedade civil do Brasil, América, Europa e Oriente Médio.

Objetivo:

Discutir e problematizar questões que articulam os temas de memória, patrimônio, cidade e produção arquitetônica na atualidade. O reconhecimento da indissociabilidade entre as temáticas do patrimônio cultural e suas dimensões simbólicas e materiais impõe o avanço de sua problematização e inserção nas políticas urbanas.

Trabalhar com a escala da cidade contrapondo experiências internacionais e nacionais, mas também articulando as formulações teóricas e as ações na prática, é a perspectiva que orienta a organização e o temário do seminário. A construção de um distanciamento em relação ao patrimônio como temário associado exclusivamente aos monumentos nacionais define a escala da cidade como foco a partir do qual os diferentes recortes devem ser analisados, e a partir dos quais devem ser problematizadas as relações entre patrimônio, espaço edificado e políticas públicas.

Para tanto, parte-se do pressuposto de que, na visão atual, o interesse da preservação se estende não mais apenas às grandes criações, mas se volta também às obras, consideradas testemunhos significativos dos múltiplos fazer(es) humano(s) que com o tempo adquiriram significação cultural; às atividades sociais que dão suporte a tais obras; e, ainda, a um leque mais abrangente de manifestações que configuram o chamado patrimônio imaterial. Desse ponto de vista, passa a existir um renovado problema qualitativo e quantitativo marcado por uma série de repercussões, práticas e deontológicas, na identificação daquilo que pode ser considerado patrimônio (no inventário), nas políticas públicas associadas a esse reconhecimento e, por fim, nos problemas normativos e de gestão reconhecimento.

Reconhecendo que tais problemáticas devem ser enfrentadas em toda a sua complexidade, o seminário tem o intuito de contribuir para esse debate, estruturando-se nas seguintes mesas:

 

PROGRAMAÇÂO

28 de agosto

14hs

Abertura: Pró-Reitor de Pesquisa; Presidente da comissão de pesquisa da FAU USP; Representante do NAPSP

Mesa 1: Mobilizações da memória: relações entre materialidade e imaterialidade

Debatedor:  Fraya Frehse (Sociologia FFLCH-USP) 14h30 às 17h30

Graça Indias Cordeiro (ISCTE Lisboa)

Gabi Dolff-Bonekämper (Technische Universität Berlin)

Olgária Matos (FFLCH-USP)

 

Mesa 2:  Memórias difíceis entre a valorização e o apagamento

Debatedor: Renato Cymbalista (FAU-USP) 18h às 21h

Tali Hatuka (Tel Aviv University)

Gonzalo Conte (Memoria Abierta, Buenos Aires)

Carolina Aguilera (Universidad Católica de Chile)

 

Dia 29 de agosto

Mesa  3: Identificação de bens culturais: agentes, significados, instrumentos

Debatedor: Simone Scifoni (Geografia FFLCH-USP), das 14h às 17h

Ulpiano Bezerra de Menezes (FFLCH-USP)

José Pessoa (Universidade Federal Fluminense)

Marly Rodrigues (Memórias Assessoria e Projetos)

 

Mesa 4:  Intervenções arquitetônicas: impactos urbanos

Debatedor: Beatriz Kühl (FAU-USP), das 17h30 às 20h30

Sybille Frank (Technische Universität Berlin)

Washington Fajardo (Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro)

David Favaloro (Tenement Museum Nova Iorque)

Dia 30 de agosto

Mesa 5: Patrimônio cultural na dimensão metropolitana

Debatedor: Sarah Feldman (IAU-USP), das 14h às 17h

Sharon Zukin (Brooklyn College)

Ana Rosas Mantecón (Universidad Autónoma Metropolitana – Iztapalapa)

Carlos Augusto Calil (ECA-USP)

 

Mesa 6: Políticas públicas e gestão do patrimônio na cidade

Debatedor: Paulo Garcez (MP-USP), das 17h30 às 20h30

Sonia Rabelo de Castro (Universidade Estadual do Rio de Janeiro)

Paulo Peixoto (Universidade de Coimbra)

Ned Kaufman (Pratt Institute, Nova Iorque)

ANA ROSAS MANTECÓN
Antropóloga, professora do Departamento de Antropologia da Universidad Autónoma Metropolitana (UAM) – Iztapalapa

CARLOS AUGUSTO CALIL

Cineasta, crítico e ensaísta, professor do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicação e Artes da USP.

CAROLINA AGUILERA

Socióloga e licenciada em Ciências pela Universidade de Chile. Trabalha em projetos relacionados com sítios de memória da ditadura militar chilena.

DAVID FAVALORO

Graduado em Public History . Diretor de Curadoria no Lower East Side Tenement Museum, em Nova Iorque. Pesquisador do Hebrew Technical Institute.

GABI DOLFF-BONEKÄMPER

Historiadora da Arte, Arqueologia Cristã e Romanística. Professora titular da Cátedra de Preservação do Patrimônio na Technische Universität Berlin.

GONZALO CONTE

Arquiteto,  coordena o programa Topografia da Memória da ONG Memória Aberta, em Buenos Aires.

GRAÇA CORDEIRO

Antropólogoa urbana,  professora auxiliar do ISCTE,Lisboa.

JOSÉ PESSÔA

Arquiteto,  professor associado da Escola de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense.

MARLY RODRIGUES

Historiadora, diretora do Memórias Assesoria e Projetos

NED KAUFMAN

Arquiteto, consultor independente em preservação do patrimônio histórico. Professor associado adjunto do Programa de Pós-Graduação do Pratt Institute em Preservação Histórica

OLGÁRIA MATOS

Filósofa, professora titular da USP e professora visitante do curso de filosofia da da Universidade Federal de São Paulo.

PAULO PEIXOTO

Sociólogo,professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e pesquisador do Centro de Estudos Sociais, integrando e coordenando o Núcleo Cidades, Cultura e Arquitetura.

SHARON ZUKIN

Sociológa, professora do Brooklyn College e do Graduate Center da City University of New York (CUNY).

SÔNIA RABELLO DE CASTRO

Doutora em Direito Público, professora titular de Direito Administrativo na Faculdade de Direito da UERJ.

SYBILLE FRANK

Socióloga,  Professora de Sociologia Urbana e Regional no Instituto de Sociologia da Technische Universität Berlin .

TALI HATUKA

Arquiteta e planejadora urbana . Chefe do Laboratório de Desenho Urbano Contemporâneo no Departamento de Geografia e Meio Ambiente Humano da Universidade de Tel Aviv.

ULPIANO BEZERRA DE MENESES

Historiador, professor emérito da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).

WASHINGTON FAJARDO

Arquiteto. É secretário de Patrimônio Cultural, Intervenção Urbana, Arquitetura e Design da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro.

Release NAPSP

Os pesquisadores reunidos neste projeto, todos professores da Universidade de São Paulo, possuem formações intelectuais distintas. Agregam-nos neste projeto duas ordens de questões que marcam, de maneira recorrente, as suas diversas trajetórias.

Em primeiro lugar a inquietação intelectual com a cidade, compreendida na sua complexidade e nos termos desenvolvidos ao longo deste projeto. Se muitos são os estudos, as abordagens e desdobramentos das pesquisas realizadas por cada um, articula-os a reflexão sobre São Paulo. Por isso, esta cidade, de todo ímpar e espetacular, serve como base para a proposta aqui apresentada.

Em segundo lugar a presença de uma questão sempre premente sobre como potencializar o acesso e a difusão do conhecimento acumulado, tanto dentro quanto fora dos muros da Universidade. Por isso, a proposta de construção de uma plataforma

O projeto “Plataforma São Paulo: cidade, espaço, memória” originou-se com o objetivo de continuar respondendo as esses dois compromissos acadêmicos numa perspectiva integrada e de longo prazo, congregando docentes que, embora alocados em Departamentos e Unidades distintas da USP – arquitetura e urbanismo, antropologia, sociologia, história e geografia – partilham um diálogo interdisciplinar em torno de um mesmo interesse investigativo, constituindo e consolidando áreas de fronteira de conhecimento.

Créditos Seminário

 

Organização NAPSP:

Profs. Drs.

Ana Cláudia Castilho Barone

Ana Lúcia Duarte Lanna

Beatriz Mugayar Kühl

Dra.Maria Lucia Caira Gitahy

Fraya Frehse

Heitor Frúgoli Jr.

Luiz Recamán

Maria Lucia Bressan Pinheiro

Maria Lucia Gitahy

Mário Henrique Simão D’Agostino

Mônica Junqueira de Camargo

Paulo César Garcez Marins

Renato Cymbalista

Sarah Feldman

Simone Scifoni

Assistentes:

Arão Nicolas

Marina Baptista

Administrativo

Ronaldo Motta

Design gráfico:

Leandro Leão Alves

Apoio:

Pró-Reitoria de Pesquisa da USP / USP Conferências 2013

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: