Simpósio “Domesticidade, Gênero e Cultura Material”, no CPC-USP – inscrições até 15/05/2014

Organização:  

Centro de Preservação Cultural da USP

Programa de Pós-Graduação – FAU-USP

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp

Local:  Casa de Dona Yayá/CPC-USP

             Rua Major Diogo, 353 – Bela Vista – São Paulo – SP

             Centro Universitário Maria Antonia-USP

             Rua Maria Antonia, 294 – Vila Buarque – São Paulo

Inscrições gratuitas até 15 de maio pelo link http://zip.net/bfnjr3

O simpósio Domesticidade, Gênero e Cultura Material objetiva aprofundar o diálogo entre arquitetura, ciências sociais e história partindo de um conceito de habitação como artefato de cultura, de forma a relacionar as permanências e transformações nos modos de morar com processos técnicos, estéticos, urbanos, sociais, econômicos e políticos. A morada é aqui pensada em suas relações com a produção social e cultural, material e simbólica, bem como com a configuração de arranjos domésticos e familiares, relações de gênero e padrões de convívio e sexualidade, formas de satisfação corporal, psíquica e emocional.

Não poderia haver, nesse sentido, lugar mais apropriado para a sua realização: a Casa da Dona Yayá, sede do Centro de Preservação Cultural da USP, bem tombado como patrimônio estadual e municipal justamente pelos testemunhos dramáticos da adaptação de um espaço doméstico a práticas de segregação terapêutica, aplicadas a sua ilustre residente.

O programa trará quatro mesas temáticas comentadas por um mediador que conduzirá os debates, e conferências que apresentarão pesquisas realizadas no Brasil em outros países. Entre os convidados estarão presentes especialistas da França, Argentina e México atuantes em universidades e entidades de preservação do patrimônio. Haverá, ainda, uma visita guiada a Casa da Dona Yayá, ajudando a perceber e problematizar o tema habitação a partir das três visões propostas – domesticidade, gênero e cultura material – permeadas pelo conceito de patrimônio cultural.

O espaço doméstico privilegiado nesse seminário é aquele que se constitui a partir do século XIX em um contexto de modernização e urbanização, e que sofre transformações significativas ao longo do século XX, com rupturas, mas também continuidades. Ao focalizar a habitação em suas múltiplas facetas e possibilidades de leitura, são considerados vários agentes profissionais (como arquitetos, advogados, médicos, engenheiros, decoradores, designers, jornalistas, dramaturgos, artistas, assistentes sociais, religiosos, industriais, empresários); instituições (profissionais, políticas, religiosas, sociais e culturais), representações (escritas, visuais, cênicas) e suportes concretos (leis, regulamentos, periódicos, artefatos, construções exemplares, fotografias, manuais de dona de casa, álbuns de família, relatos orais, diários, anúncios, projetos, escritos literários, políticas de governo).

 

PROGRAMA

 

27 DE MAIO

9h APRESENTAÇÃO

9h30  CONFERÊNCIA 1

Confort, bien-etre, culture

Monique Eleb (École d’Architecture Paris-Malaquais, França)

Nos processos da domesticidade: a superposição de práticas cotidianas no mesmo espaço arquitetônico

Carlos Alberto Cerqueira Lemos (FAU-USP)

Local: Centro Universitário Maria Antonia-USP

14h MESA 1: USOS E CONFIGURAÇÕES DA DOMESTICIDADE

Mediação: Joana Mello de Carvalho e Silva

Um sobrado como mediação: Ana Rosa de Araújo entre a reclusão e a vida social

Paulo Cezar Garcez Marins (Museu Paulista-USP; PPG FAU-USP)

Bexiga, modos de morar, modos de viver

Ana Lúcia Duarte Lanna (FAU-USP/Condephaat)

Nas casas 37, uma personagem e duas formas de morar

Marly Rodrigues (Memórias Assessorias e Projetos)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

18h Ó DE CASA

Visita: Casa de Dona Yayá

Mediadora: Sabrina Studart Fontenele Costa (CPC-USP)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

28 DE MAIO

9h MESA 2: SABERES PROFISSIONAIS E VIVER COLETIVO

Mediação: José Tavares Correia de Lira

O lugar da casa na cidade: Rio de Janeiro na Belle Époque

Luciana Alem Gennari (Fundação Oswaldo Aranha)

Carmen Portinho: o conjunto público e a casa privada

Flávia Brito do Nascimento (FAU-USP)

Sobre modos de morar e modos de administrar a moradia: Edifício Esther, 1939-1962

Fernando Atique (EFLCH-Unifesp)

El multifamilar miguel alemán ¿hogar, dulce hogar? Una mirada  a la domesticidad de la vivienda colectiva moderna: Ciudad de México, 1949-2000

Graciela de Garay (Instituto Mora, México)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

 

14h MESA 3: PAPÉIS DE GÊNERO E AGENCIAMENTOS DO MORAR

Mediação: Silvana Barbosa Rubino

As esculturas de fête galante na sociedade paulistana: um exercício de interpretação das funções domésticas dos objetos decorativos

Vânia Carneiro de Carvalho (MP-USP)

Gênero e materialidade nas vanguardas: o caso de Regina Gomide Graz

Ana Paula Cavalcanti Simioni (IEB-USP)

Domesticidade erótica na Casa Capuava de Flávio de Carvalho

José Tavares Correia de Lira (FAU-USP)

Georgia Hauner, Silvia, Claudia: mulheres e design moderno no fim dos anos 1960

Mina Warchavchik Hugerth (FAU-USP)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

 19h  CONFERÊNCIA 2

La casa y la multitud: vivienda, política y cultura en la Argentina moderna

Jorge Francisco Liernur (Escola de Arquitetura e Estudos Urbanos Universidade Torcuato Di Tella, Argentina)

Local: Centro Universitário Maria Antonia-USP

 

29 DE MAIO

9h MESA 4: REPRESENTAÇÕES FEMININAS DO HABITAR

Mediação: Flávia Brito do Nascimento

Intérpretes da metrópole e a casa encenada

Heloísa Pontes (IFCH-Unicamp)

“Entre mulheres”: o universo feminino e o ambiente doméstico dos anos 1950 e 1960 pelas colunas femininas de Clarice Lispector

Joana Mello de Carvalho e Silva (FAU-USP)

Claudia, Casa y Mujer: imágenes de la modernización del hogar de los sectores medios en la Argentina de los años 1960 y 1970

Anahi Ballent (IESCT/CHI/UNQ/CONICET, Argentina)

O espaço doméstico dos anos 1970

Marinês Ribeiro dos Santos (Dadin-UTFPR)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

14h30  CONFERÊNCIA 3

Imperfeitas mulheres: suburbanização, gênero e domesticidade

Silvana Barbosa Rubino (IFCH-Unicamp)

Local: Casa de Dona Yayá/CPC-USP

SIMPÓSIO DOMESTICIDADE, GÊNERO E CULTURA MATERIAL

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Profa. Dra. Flávia Brito do Nascimento (FAU-USP)

Profa. Dra. Joana Mello de Carvalho e Silva (FAU-USP)

Prof. Dr. José Tavares Correia de Lira (FAU-USP)

Profa. Dra. Silvana Barbosa Rubino (IFCH-Unicamp)

COMISSÃO ORGANIZADORA

Profa. Dra. Flávia Brito do Nascimento (FAU-USP)

Profa. Dra. Joana Mello de Carvalho e Silva (FAU-USP)

Prof. Dr. José Tavares Correia de Lira (FAU-USP)

Profa. Dra. Silvana Barbosa Rubino (IFCH-Unicamp)

Dra. Sabrina Studart Fontenele Costa (CPC-USP)

Lucimara Vianna (CPC-USP)

INFORMAÇÕES

cpcpublic@usp.br

11 3106-3562 r. 2

facebook.com/cpcusp

Fonte: CPC-USP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: