Brasil precisa de seis milhões de profissionais estrangeiros; arquitetura lidera lista

Notícia – ARCOWEB

A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) do governo federal realizou um estudo que revela a necessidade de trazer cerca de seis milhões de profissionais estrangeiros para o Brasil nos próximos anos, sendo que a arquitetura é uma das profissões que lidera a lista de oportunidades.

“Imigrantes qualificados são o foco do esforço. Não é uma política geral de imigração, é uma estratégia de atração de cérebros”, disse o ministro-chefe interino da SAE, Marcelo Neri, à BBC Brasil, que publicou uma reportagem sobre o assunto.

De acordo com a matéria de Camilla Costa, o Brasil é um dos países com a menor proporção de imigrantes em sua população, o que reflete “um fechamento do país ao fluxo de pessoas”. Os estrangeiros, que hoje representam 0,2% da população, subiriam para 3% com a adição de seis milhões de pessoas.

Para Neri, esse “fechamento” deve ser revertido com estratégias para atrair profissionais que adotem o sistema de pontos, utilizado em países como Austrália e Canadá. Atualmente, os vistos de trabalho para o Brasil são vinculados à contratação prévia por uma empresa no país.

Um levantamento da consultoria Brain, que realiza pesquisas sobre a inserção do Brasil no mercado internacional, ervela que as áreas em que o Brasil precisa de mais profissionais do que os disponíveis são: medicina, engenharia civil, engenharia química e arquitetura.

Mas o presidente da Federação Nacional dos Arquitetos (FNA), Jeferson Salazar, afirma à reportagem da BBC Brasil que, apesar da demanda, o setor público não absorve a quantidade de profissionais que chegam ao mercado a cada ano – cerca de sete mil.

“Nos últimos 25 anos, o número de escolas no Brasil cresceu seis vezes. A quantidade de jovens arquitetos com subemprego ou desempregados no país é imensa e o governo não tem nenhum plano para utilizar esse exército de mão de obra”, disse Salazar.

 

Anúncios

A Biblioteca estará fechada nos dias 27 e 28 de outubro de 2014

BIBLIOTECA ESTARÁ FECHADA nos dias 27 e 28 de outubro – feriado do funcionalismo público (Ofício Circular 500, Gabinete do Reitor).

???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Vencedores do Pritzker de Arquitetura participarão do 3° Encontro do CAU/DF

Notícia do CAU/BR

Eduardo Souto de Moura e Paulo Mendes da Rocha debaterão em evento mediado por Sérgio Parada, em 18 de novembro, no Cine Brasília.

Os arquitetos e urbanistas do Brasil, Paulo Mendes da Rocha, e de Portugal, Eduardo Souto de Moura, ambos vencedores do prêmio internacional Pritzker (o “Nobel” da Arquitetura), estarão em Brasília para participar do painel “A Contribuição da Arquitetura e do Urbanismo na Construção de Identidade Cultural da Nação”, que abre o 3° Encontro do CAU/DF. O evento terá como mediador o arquiteto e urbanista Sérgio Parada e ocorrerá no Cine Brasília, no dia 18 de novembro, às 20h.

O encontro será transmitido ao vivo pelos sites dos CAU/DR e CAU/BR. 

O Encontro é organizado anualmente pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal – CAU/DF e a expectativa é reunir, cerca de 600 pessoas, entre arquitetos e urbanistas, autoridades, personalidades, estudantes, representantes do universo acadêmico, empresas e entidades parceiras.

Este ano, o 3° Encontro do CAU/DF tem o apoio da Embaixada de Portugal e da Secretaria de Patrimônio Histórico Cultural do Distrito Federal. Sob o tema principal “Arquitetura Luso-Brasileira, o Encontro de Duas Culturas”, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal faz referência à magnitude da Arquitetura e do Urbanismo do Brasil e de Portugal e celebra o acordo de cooperação técnica firmado entre o CAU e o governo daquele país.

SOBRE O PRÊMIO PRITZKER – A premiação internacional é anual e visa honrar os arquitetos cujas obras retratam uma combinação de talento, visão e comprometimento, além de terem dado significativas e consistentes contribuições para a humanidade e para o meio ambiente por meio da arquitetura. O prêmio ganhou esse nome da família Pritzker, formada pelo patriarca Jay A. Pritzker (1922-1999) e por sua esposa Cindy. A família é dona da rede hoteleira Hyatt, e seus negócios ocupam um quarteirão da cidade norte-americana de Chicago. É ainda reconhecida por suas contribuições financeiras à educação, ciência, medicina e cultura norte-americanas.

Muitos dos procedimentos de escolha e premiação do Pritzker foram baseados nos do Prêmio Nobel. Os laureados recebem US$ 100 mil, um certificado, uma medalha em bronze, além de uma escultura do desenhista britânico Henry Moore, em edição limitada.

O arquiteto Paulo Mendes da Rocha foi agraciado com a honraria no ano de 2006. Antes dele, outro brasileiro, Oscar Niemeyer, fora premiado em 1988. Já o português Eduardo Souto de Moura recebeu o prêmio em 2011, sendo o segundo daquela nacionalidade a configurar no hall dos homenageados, após Álvaro Siza (1992).

Assim, teremos a visita de dois Pritzker a uma cidade cujos prédios cívicos foram projetados por outro. Inclusive o Cine Brasília, contemporâneo à inauguração da capital do país.

 

PROGRAMAÇÃO

 

18.11.2014 – Cine Brasília

 

17h30 | Credenciamento

18h | Solenidade de Abertura

Arq.Urb. Alberto de Faria | Presidente do CAU/DF

Arq.Urb. Haroldo Pinheiro | Presidente do CAU/BR

Arq.Urb. João Santa-Rita | Presidente da Ordem dos Arquitectos de Portugal

Arq. Urb. João Belo Rodeia | Presidente do Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa (CIALP)

Francisco Ribeiro Telles | Embaixador de Portugal no Brasil

José Delvinei | Subsecretário de Patrimônio Histórico-Cultural do Distrito Federal

 

19h20 | Homenagens

Arq. Urb. José Carlos Córdova Coutinho

Arq. Urb. José Filgueiras Lima, Lelé (in memorian)

Engenheiro Joaquim Cardozo (in memorian)

 

19h40 | Painel “A Contribuição da Arquitetura e o Urbanismo na Construção de Identidade Cultural da Nação”

Mediador: Arq. Urb. Sérgio Parada

 

19h50 | Apresentação Painelista Arq.Urb.Eduardo Souto de Moura (Portugal)

 

20h20 | Apresentação Painelista Arq. Urb. Paulo Mendes da Rocha (Brasil)

 

20h50 | Bate-Papo com Arquitetos

Exposição de novas aquisições – de 20 a 27 de outubro de 2014

livro de bruxas 3

BALDIN, Adriane de Freitas Acosta. Tijolo sobre tijolo: os alemães que construíram São Paulo. Curitiba : Prismas, 2014. 225 p. 724.88161 / B193t

BAUDOUÏ, Rémi; DERCELLES, Arnaud. (Ed.). Fondation Le Corbusier. Correspondance. Gollion: Infolio, c2011. 765 p. 846/ J344

BIENAL NAIFS DO BRASIL. 8., 2006, Piracicaba. BARBOSA, Ana Mae. Naifs entre culturas. São Paulo : SESC, 2006. 233 p.  707.4 / B476n/2006

BONDARUK, Roberson Luiz. Design contra o crime: prevenção situacional do delito através do design de produtos. Curitiba, FIEP, 2008. 152 p.   745.2 / B64d

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Catálogo empresarial de engenharia, arquitetura e agronomia do Estado de São Paulo: produtos e serviços. São Paulo : CREA-SP, 2008. 1095 p.  R690.3 / C765, CD3022

FARIA, Rodrigo de, CERASOLI, Josianne, LIRA, Flavianna (Org.). Urbanistas e urbanismo no Brasil: entre trajetórias e biografias. São Paulo : Alameda, 2014. 306 p.  711.0981/ F225u

FORMAGGIO, Dino. Botticelli. Novara : Istituto Geografico De Agostini, 1960. 13 p,[ 64] p.  759.0345 / B659f

FORMAGGIO, Dino. Goya. Novara : Istituto Geografico De Agostini,, [1960]. 13 p. [64]p.  759.0446 / G748f

EMILIANI, Andrea.. El Greco. Novara : Istituto Geografico De Agostini, [1966]. 12 p.  759.0346 / G799e

KLEMM, Friedrich. A history of Western technology. Cambridge, Mass.: MIT Press, 1978. 401 p.  609 / K675h

LYNCH, Kevin. The image of the city. Cambridge, Mass.: M.I.T. Press, 1960. 194 p.  711.4 /L989iE

MADRIGANO, Heitor. Hospitais: modernização e revitalização dos recursos físicos : manual do administrador. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2006. 85 p.  725.51 /M267h

MEIJER, Emile R. Rembrandt. Novara : Istituto geografico De Agostini, 1958. 13, [44] p. di tav.  759.04492 / R282me

MEURS, Paul. Engenho São Jorge dos Erasmos: Santos preservation studies 1990. São Paulo : Commissão de Patrimônio Cultural – CPC USP, 1990. 3 v.    F708.047 / M598en v.1-3

NIETO ALCAIDE, Víctor Manuel. Bosch. Novara : Istituto Geografico De Agostini, 1968. 13 p. 759.03492 / B651n

PINACOTECA DO ESTADO (SÃO PAULO. Andy Warhol, Mr. America. São Paulo : Cultrix, 2010. 291 p.  709.0473 / W232p

PINACOTECA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Yolanda Mohalyi: no tempo das bienais. São Paulo : a Pinacoteca, 2009. 171 p.  759.981/ 725t

RÜBESAMEN, Hans Eckart. Dürer. Novara : Istituto Geografico De Agostini, 1962. 14, [66] p.  759.0343 / D869r

SERRÃO, Adriana Veríssimo. Filosofia da paisagem: uma antologia. Lisboa, Universidade de Lisboa, 2011. 502 p.  712.01 / F487

ZERBST, Rainer. Gaudi 1852-1926: Antoni Gaudi i Cornet – uma vida na arquitectura. Koln : Benedikt Taschen, 1993. 239 p.724.946/ G233z

XVII Semana do Livro e da Biblioteca da USP

De 20 a 24 de outubro de 2014, durante a XVII Semana do Livro e da Biblioteca da USP,  a Biblioteca da FAU – Cidade Universitária promove a doação de livros e revistas das áreas de Arquitetura, Urbanismo e Design.

 Apoio FAU, FUPAM e Editora J.J.Carol  IMG_2546 

Tese de aluna da FAUUSP recebe Menção Honrosa no Prêmio CAPES de Tese – Edição 2014

A aluna de pós Graduação da FAUUSP Gisela Barcellos de Souza recebeu menção honrosa no Prêmio CAPES de Tese Edição 2014, pela tese – Tessituras híbricas ou o duplo regresso: encontros latino-americanos e traduções culturais do debate sobre o retorno à cidade. Seu orientador foi o Professor Dr. Paulo Bruna.

Parabéns a ambos por essa premiação!

medalha

:

Matéria sobre o Site da Revista Acrópole no Programa Metrópolis – TV Cultura

USP coloca online todo conteúdo da revista de arquitetura “Acrópole”