Homenagem aos 90 anos de Carlos Alberto Cerqueira Lemos

O arquiteto, artista plástico, professor, escritor, ensaísta, historiador e crítico de arte Carlos Alberto Cerqueira Lemos será homenageado pelos seus 90 anos de vida em evento no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, no dia 2 de junho, terça-feira às 19h30. A entrada é gratuita.

Com 60 anos ininterruptos dedicados ao ensino e a formação de dezenas gerações de arquitetos, Carlos A. C. Lemos integra atualmente o Conselho de Orientação Cultural do MCB, instituição da qual é um dos fundadores. Paulistano, nascido em 1925, ele construiu ao longo de sua trajetória um legado significativo em múltiplos campos de atuação, como arquitetura, artes plásticas, magistério e também como constante defensor do patrimônio cultural brasileiro.

Sua produção bibliográfica inclui livros, ensaios, participações em publicações coletivas e colaboração em periódicos. Participou da criação de museus do Estado de São Paulo como o Museu de Arte Sacra e o Museu da Casa Brasileira, onde também é conselheiro juntamente com o Museu AfroBrasil.

O evento em homenagem aos seus 90 anos no MCB é realizado em parceria com a Sra. Clara Correia d’Alambert.

Sobre Carlos Alberto Cerqueira Lemos
Carlos A. C. Lemos, arquiteto nascido em 1925 e formado em 1950 pela Faculdade de Arquitetura Mackenzie, desenvolveu atividades ligadas a projetos de edificações e de urbanização, às artes plásticas e, sobretudo, à docência e à pesquisa histórica. Nos anos 50 do século passado dirigiu o escritório paulistano do arquiteto Oscar Niemeyer, tendo participado, inclusive, do projeto do parque Ibirapuera. O edifício fronteiro ao Copan, do Bradesco, é de sua autoria. Seu escritório foi responsável por inúmeros projetos arquitetônicos e urbanísticos.

Suas atividades como professor e pesquisador contemplam em especial a arquitetura brasileira e a questão da preservação do patrimônio cultural – neste sentido, prestou sua colaboração profissional a várias instâncias: ao CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo) como diretor técnico (1968-1981) e conselheiro (1983-1989); ao IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (1992-2000) e ao CONPRESP – Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (2001- 2003) como conselheiro. É membro do comitê brasileiro do ICOMOS (Internacional Council of Monuments and Sites) e do Comitê Brasileiro de História da Arte (filiado ao CIHA). Autor de diversos trabalhos sobre arquitetura brasileira, publicou os livros “Dicionário da Arquitetura Brasileira”; “Alvenaria Burguesa: breve história da arquitetura residencial de tijolos em São Paulo”; “Ramos de Azevedo e Seu Escritório”, vencedor do Prêmio Jabuti na categoria ensaios, em 1994; “Casa Paulista”; “A história do edifício Copan vol.1”, entre outros.

Fonte: Museu da Casa Brasileira
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: