CPC Informa – Março

[clique na imagem para ampliá-la]

cpc

Anúncios

Acervos culturais: uso de vocabulários e suas implicações

Programa
Nesse painel, pretende-se discutir a especificidade do tratamento da informação de arte e, a partir do vocabulário controlado e do trabalho do Getty Research Institute, tratar de questões referentes ao uso dessa ferramenta para descrição e recuperação de acervos de arte, arquitetura e patrimônio.

19h A digitalização não garante o acesso à documentação: reflexões sobre desafios técnicos, culturais e linguísticos na construção e uso de vocabulários controlados (Apresentação via Internet) – Com Murtha Baca.

Digitalizar coleções de bibliotecas, arquivos, museus e recursos relacionados não garante acesso fácil a esses materiais ou a compreensão das coleções e documentos. O processo de construção e uso de vocabulários controlados revela obstáculos técnicos, culturais e linguísticos que precisam ser superados. Pretende-se apresentar os desafios na realização desse trabalho e propor soluções para o acesso amplo e significativo aos acervos das instituições de memória na era da Internet.

20h Organização da informação de arte: possibilidades e desafios – Com Johanna Smit

Reflexão sobre vocabulário controlado a partir do modelo sugerido pelo Getty Research Institute e avaliação da aplicabilidade da metodologia desenvolvida pelo Getty ao ambiente brasileiro de documentação de arte. Johanna Smit e Luiz Mendes (professor da UCLA – University of California) são responsáveis pela revisão técnica da edição em português do livro Introdução ao Vocabulário Controlado, de autoria de Patricia Harpring, que tem previsão de lançamento em 2016.

20h40 às 21h30 – Debate.

Mediação de Gabriel Moore Forell Bevilacqua, professor do Departamento de Ciência da Informação da UFF.

*Haverá tradução simultânea inglês-português.

Realização: Sesc e Pinacoteca do Estado de São Paulo

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do inicio da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes

Johanna Smit

Graduada em Biblioteconomia, mestre em Documentação e doutora em Análise do Discurso. Atuou como docente junto ao Departamento de Biblioteconomia da ECA/USP e dirigiu o Arquivo Geral da USP. Aposentada, mantém projetos na qualidade de professora sênior.

Murtha Baca

É membro da equipe que desenvolveu o Getty Research Portal ™; lidera o Programa de História da Arte Digital no Getty Research Institute; é professora adjunta no Departamento de Estudos da Informação na UCLA; fundadora e presidente do International Terminology Working Group (ITWG).

Data: Quarta-feira, 11/11/2015

Horários: Quarta, 19h às 21h30.

Local:
Centro de Pesquisa e Formação do Sesc
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Bela Vista – São Paulo – SP
CEP 01313-020
TEL.: 11 3254-5600

Valores:
R$ 9,00 – credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 15,00 – pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 30,00 – inteira

Fonte: Sesc São Paulo

III Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa – Humanidades e Interfaces Digitais

[Clique na imagem para ampliá-la]

III Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa - Humanidades e Interfaces Digitais29

3º Seminário Científico Arquivologia e Biblioteconomia: Acesso à Informação

16 a 18 de abril de 2013 – FFC Unesp de Marília

O resumo expandido deverá ser enviado, via e-mail, exclusivamente pelo seguinte endereço: seminarioarqbiblio@gmail.com .

Só poderão inscrever trabalhos aqueles que realizarem a inscrição no Seminário, sendo que cada autor poderá submeter, no máximo, dois trabalhos.

Data limite para as inscrições dos trabalhos científicos: 10 de março de 2013.

A inscrição para o evento, tanto dos que enviarão trabalho como dos demais participantes, deverá ser feita através do endereço:

http://www.marilia.unesp.br/#!/eventos/

Colecionismo de Arquivos de Artistas em Museus de Arte, Pinacoteca

[Clique na imagem para ampliá-la]

Fundos e Documentos Relativos a Países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

A Secretaria de Estado da Cultura do Governo de Portugal anuncia a divulgação de alguns fundos e documentos relativos ao patrimônio arquivístico e fotográfico comum aos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), pesquisáveis nas bases de dados online da Rede Portuguesa de Arquivos e da Direção Geral de Arquivos (Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Centro Português de Fotografia e Arquivos Distritais dependentes).

Conforme previsto acabam de ser adicionados os arquivos relativos aos restantes países da CPLP: Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Timor Leste.

O acesso pode ser feito em: http://dgarq.gov.pt/cooperacao-e-relacoes-externas/servico-educativo/cplp-fundos-documentos/

Digitalização do Arquivo Histórico Municipal Washington Luís

“Arquivo Histórico Municipal Washington Luís: a cidade de São Paulo e sua arquitetura”

De 2007 a 2010, em parceria, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e o Arquivo Histórico Municipal Washington Luís realizaram o projeto “Arquivo Histórico Municipal Washington Luís: a cidade de São Paulo e sua arquitetura”, com financiamento da FAPESP, no âmbito do Programa de Pesquisa em Políticas Públicas. O objetivo foi organizar, digitalizar e informatizar duas preciosas coleções de desenhos arquitetônicos de amplo interesse para a comunidade acadêmica e para os consulentes habituais do Arquivo Municipal – a Série Obras Particulares (1906-1915) e o Fundo Particular Escritório Técnico Ramos de Azevedo/ Severo e Villares. Cerca de 35.000 documentos mereceram tratamento arquivístico adequado – descrição documental em catálogo informatizado e reprodução digital dos desenhos arquitetônicos – com o intuito de facilitar a sua consulta e garantir a sua preservação. Informatizar as coleções, agilizar a pesquisa e divulgá-la em larga escala, via internet, foram as metas fundamentais deste projeto.

Este conjunto documental abrange um período de profundas transformações urbanísticas transcorridas na cidade de São Paulo entre o final do século XIX e início do XX. Os projetos arquitetônicos arquivados no AHMWL permitem reconstituir o processo de urbanização da cidade. Arquitetos, historiadores, arquivistas, fotógrafos, bolsistas de treinamento técnico nível III e nível IV, bem como bolsistas de mestrado foram envolvidos neste amplo processo de informatização, com apoio conceitual dos pesquisadores da FAUUSP e consultoria em arquivística do “Escritório Memórias Assessoria e Projetos Ltda”. A informatização desse precioso acervo permitirá desenvolver novas linhas de pesquisa em História da Arquitetura, da Urbanização e do Urbanismo da cidade de São Paulo. A agilização da pesquisa poderá gerar correlações jamais feitas pela historiografia.

Espera-se facilitar não apenas a consulta e preservar os documentos, mas divulgá-los em larga escala, para que os paulistanos possam conhecer um pouco mais sobre a sua própria história, despertando seu interesse em respeitá-la. Almeja-se que tais iniciativas, além de beneficiarem pesquisadores, repercutam para além das fronteiras da comunidade científica, contribuindo para a preservação do acervo, bem como para a divulgação dos seus conteúdos e para a consequente valorização do Patrimônio Cultural da cidade de São Paulo.

Prof. Dr. Nestor Goulart Reis Filho
(Coordenador do Projeto – FAUUSP)

Profa. Dra. Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno
(Pesquisadora Principal – FAUUSP)

Liliane S. Lehmann
(Diretora do AHMWL)

Consulta: SIRCA (Sistema de Registro, Controle e Acesso ao Acervo)