Oficina de Projeto: intervenções em bens culturais, no CPC-USP – Pré-inscrições até 25 de novembro de 2015

cpc - of proj

 

30/11 a 5/12 -GRÁTIS
MINISTRANTE: Silvio Oksman
Pré inscrições até 25 de novembro: http://goo.gl/forms/7SQTz5LnQ1

A oficina discutirá as diretrizes contemporâneas para preservação do patrimônio cultural a partir de dois enfoques: os documentos que estabelecem critérios de intervenção e a análise crítica de projetos. O programa inclui um exercício de projeto no qual serão oferecidas duas situações específicas para a proposição de intervenções. Os trabalhos serão comentados por um grupo de professores no último dia de curso.

Silvio Oksman: Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo em 1998. Mestre e doutorando pela FAUUSP, é professor da Escola da Cidade, representante do IAB-SP no CONDEPHAAT e representante do Brasil no Grupo de Preservação de Patrimônio da União Internacional de Arquitetos (UIA). Sócio do escritório Oksman Arquitetos Associados, que atua em projetos de preservação de patrimônio.

Período: 30 de novembro a 5 de dezembro de 2015. Segunda a sexta das 18h30 às 21h. Sábado das 10h às 12h30.

Público-alvo: estudantes de arquitetura a partir do 3º ano (6º semestre), arquitetos e engenheiros. 20 vagas.
Carga horária: 15 horas.

PROGRAMA
aula 01
segunda-feira, 30 de novembro, das 18h30 às 21h
– diretrizes contemporâneas para intervenção em patrimônio cultural
– apresentação dos edifícios do trabalho a ser desenvolvido

Aula 02
terça feira, 1 de dezembro, das 18h30 às 21h
– análise critica de projeto 01 – Edifício do Século XIX
– organização dos grupos
– primeiras abordagens sobre os edifícios

Aula 03
quarta feira, 2 de dezembro, das 18h30 às 21h
– análise critica de projeto 02 – Patrimônio Ferroviário
– desenvolvimento dos trabalhos

Aula 04
quinta feira, 3 de dezembro, das 18h30 às 21h
– análise crítica de projeto 03 – Patrimônio Industrial
– desenvolvimento dos trabalhos

Aula 05
sexta feira, 4 de dezembro, das 18h30 às 21h
– análise critica de projeto 04- Patrimônio Moderno
– conclusão dos trabalhos

Aula 06 – sábado, 5 de dezembro, das 10h00 às 12h30
– apresentação dos trabalhos, comentários com professores convidados

PRÉ-INSCRIÇÕES ATÉ 25 DE NOVEMBRO DE 2015.
Preencher a ficha de pré-inscrição e justificativa de intenção disponível no link http://goo.gl/forms/7SQTz5LnQ1
Até dia 27 de agosto de 2015 todos os inscritos, selecionados ou não, serão avisados por e-mail.

CRITÉRIO DE SELEÇÃO: análise de justificativa de intenção.
Receberão atestado de participação os participantes que completarem carga horária mínima de 12 horas.

Local:
Centro de Preservação Cultural CPC-USP – Casa de Dona Yayá
Rua Major Diogo, 353 – Bela Vista – São Paulo – SP
Tel 11 3106-3562

Fonte: CPC-USP

Anúncios

Curso de difusão “Caracterização química e física de bens culturais: por quê, quando e como?”, no CPC-USP

Curso de difusão

 

Ministrante
Prof. Dr. Thiago Sevilhano Puglieri

O curso pretende promover a integração entre os profissionais que trabalham na preservação de acervos arquivísticos e museológicos com as pesquisas na área das ciências naturais. Apresentar aplicações específicas da química a bens culturais colocando em discussão do porquê, quando e como conduzir caraterizações químicas e físicas de bens culturais. Além disso, o curso visa expor os tipos de técnicas de caraterização e quais critérios a serem considerados para sua escolha à luz dos fundamentos de técnicas comumente usadas na caracterização de bens culturais.

PROGRAMA

1ª. Aula – 7 de outubro
Introdução a ciências naturais aplicada a bens culturais.

2ª. Aula – 14 de outubro
Química aplicada a bens culturais.

3ª. Aula – 19 de outubro
Introdução a técnicas de caracterização química e física de bens culturais.

4ª. Aula – 21 de outubro
Imageamento de áreas macroscópicas.

5ª. Aula – 26 de outubro
Imageamento com resolução micro ou nanométrica e imageamento espectroscópico.

6ª. Aula – 28 de outubro
Espectroscopia Raman e de absorção no infravermelho.

7ª. Aula – 04 de novembro
Difração e fluorescência de raios-X.

8ª. Aula – 09 de novembro
Técnicas cromatográficas.

Público-alvo: Profissionais e estudantes atuantes em museus, espaços culturais e ateliês, pesquisadores, químicos, físicos, biólogos e interessados em geral.

Período:
7/10 a 9/11 , segundas e quartas-feiras, das 18h30 às 21h30.

Carga horária: 24h

Cadastro para inscrições: até 16/9/2015
no link http://goo.gl/forms/J9J7rPk2eV

IMPORTANTE: haverá seleção.
O cadastro da inscrição não garante a vaga no curso.
O resultado da seleção será comunicado por email até 30/9/2015.

Total de vagas oferecidas: 40

Taxa de inscrição: R$ 180,00 (inscrição + envio do certificado pelos Correios)

Vagas gratuitas: 5
Docente: 1
Discente: 1
Funcionário: 1
Terceira idade: 1
Outros/Comunidade: 1

Política de Isenções
Serão vistos caso a caso, pela Diretoria do CPC, sendo os critérios: 1) ordem de solicitação no ato do envio da ficha de pré-inscrição. 2) sócio-econômico – que possibilitará beneficiar aqueles que não tenham condições de pagar a taxa de inscrição.
IMPORTANTE: manifestar intenção pela isenção da taxa.

Critérios de Seleção
Análise de justificativa de intenção.

Critérios de aprovação
Frequência mínima exigida de 85%, bem como participação nas atividades. Carga horária mínima de 21h para aprovação do aluno.

Local
Centro de Preservação Cultural CPC-USP – Casa de Dona Yayá
Rua Major Diogo, 353 – Bela Vista – São Paulo – SP
Tel 11 3106-3562

Fonte: CPC-USP

Curso de Difusão “Proteção de Bens Culturais: concepções e práticas”, no CPC-USP

proteção

 

Ministrante: Profa Dra Marly Rodrigues

Pré-inscrições até 12 de julho.

Diante da crescente ampliação do conceito de patrimônio cultural, vem se tornando cada vez mais necessário divulgar e discutir sua importância enquanto vetor de memórias sociais e o desempenho dos órgãos de preservação na constituição desse universo de representações culturais. O objetivo do curso é apresentar e discutir o desenvolvimento da ideia de proteção aos bens culturais a partir do conjunto de bens tombados e/ou protegidos por meio de outros instrumentos legais pelo poder público, entre as décadas de 1930 e 2000, com destaque para os momentos de transformações conceituais e metodológicas que influíram nos resultados obtidos.

PROGRAMA
Encontro 1 – A PRESENÇA DO PASSADO NO COTIDIANO
Observação das práticas cotidianas: a sociedade e o lugar de seus diversos passados.
Os passados representados no universo de bens protegidos pelo poder público.
O sentido social da construção de passados.
Passados e cultura material: os significados individuais e coletivos.

Encontros 2 e 3 – A INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UM PASSADO COLETIVO: IDEIAS E PRÁTICAS, 1930 – 1970
Contextos histórico-culturais.
Contornos de um campo específico de conhecimento: a preservação de bens materiais.
A nação brasileira como protagonista da preservação.

Encontro 4 e 5 – A INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UM PASSADO COLETIVO: IDEIAS E PRÁTICAS, 1970 – 1990
Contextos histórico-culturais.
Novas questões: memória e ambiente.
Outro personagem, a cidade: preservação, funções e re-apropriação dos espaços públicos.
Mundialização de valores culturais particulares.

Encontro 6: A INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UM PASSADO COLETIVO: IDEIAS E PRÁTICAS, 1990 – 2010
A ampliação do universo conceitual e a prática preservacionista em São Paulo.
Entes administrativos brasileiros e as responsabilidades de proteção aos bens culturais.
Preservação e políticas públicas.

Encontros 7 e 8 – DOS ARTEFATOS AOS FAZERES
As representações imateriais e a preservação de bens culturais.
Os atuais instrumentos legais de proteção aos bens culturais.
Desafio: redesenho de competências; gestão.

Público-alvo: amplo, de interessados, profissionais e estudantes

Período: 4 a 27/8, terças e quintas-feiras, das 18 às 21h.

Carga horária: 24h

Pré-inscrições até 12/7/2015 no link http://goo.gl/forms/kODyHkVuai

Total de vagas oferecidas: 40

Taxa de inscrição: R$ 180,00 (inscrição + envio do certificado pelos Correios)

Vagas gratuitas: 5
Docente: 1
Discente: 1
Funcionário: 1
Terceira idade: 1
Outros/Comunidade: 1

Política de Isenções
Serão vistos caso a caso, pela Diretoria do CPC, sendo os critérios: 1) ordem de solicitação no ato do envio da ficha de pré-inscrição. 2) sócio-econômico – que possibilitará beneficiar aqueles que não tenham condições de pagar a taxa de inscrição.
IMPORTANTE: manifestar intenção pela isenção da taxa.

Critérios de Seleção
Análise de justificativa de intenção.

Critérios de aprovação
Frequência mínima exigida de 85%, bem como participação nas atividades. Carga horária mínima de 21h para aprovação do aluno.

Fonte: CPC-USP

Seminário “O reconhecimento dos bens culturais: método, inventários e repercussões normativas” – Inscrições até 14 de maio de 2015

[clique na imagem para ampliá-la]

cpc

Fonte: CPC-USP

Oficinas do VI Fórum Mestres e Conselheiros: Agentes Multiplicadores do Patrimônio

VI FÓRUM MESTRES E CONSELHEIROS

 

O VI FÓRUM MESTRES E CONSELHEIROS anuncia suas oficinas, que poderão ser cursadas gratuitamente por todos os inscritos no evento. A presença nas oficinas será considerada pelo IEPHA-MG para fins de pontuação no ICMS-Cultural de 2014.

01.   Legislação Estadual de Incentivo à Cultura

Felipe Rodrigues Amado Leite (Secretaria Estadual de Cultura)

Apresentação introdutória dos mecanismos de acesso ao Fundo Estadual de Cultura (FEC) e à Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais. Oficina de elaboração de projetos.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 04 e 05 / 06, das 14h às 18h.

02.   O patrimônio arqueológico brasileiro: conhecer para preservar.

Edithe da Silva Pereira (Ministério da Ciência e Tecnologia, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, PA)

Introdução à arqueologia brasileira; a destruição do patrimônio arqueológico brasileiro e os aspectos legais da sua proteção; a educação como forma de preservação; o turismo arqueológico como caminho do conhecimento e da preservação; a arqueologia ao alcance de todos – a difusão do conhecimento cientifico.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 05 / 06, das 14h às 18h.

03.   O Tombamento de Bens Culturais

Maria Cristina Cairo Silva (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG)

A importância do mérito na eleição dos bens culturais a serem protegidos e as ações que devem ser empreendidas para garantir os efeitos do tombamento.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 04 / 06, das 14h às 18h.

04.   Patrimônio Cultural – A lei, o bem e o mal!

Telmo Padilha Cesar  e Jorge Luis Stocker Junior (DEFENDER / RS)

A Tutela do Patrimônio Cultural. Organização e empoderamento da sociedade. Compreensão e valoração de nossas heranças no contexto atual. Interesse difuso versus particular. Responsabilidades do Poder Público. Conflitos e soluções. Novas bandeiras de luta. Perspectivas futuras.

Carga horária: 8 horas-aula

Horário: Dias 05 e 06 / 06, das 14h às 18h.

  

05.   Metodologia de Projetos de Educação

Vilmar Pereira de Souza (IEDS / Instituto de Estudos do Desenvolvimento Sustentável)

Breve apresentação de experiências de Educação Patrimonial.  Trabalho com elaboração de projetos em Educação Patrimonial.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 05 / 06, das 14h às 18h.

 

06.   Fundo Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural

Valéria Fernandes da Silva

Tratar da forma como se institui este Fundo e dos cuidados que se deve ter para a sua gestão.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: a definir

 

07.   Fotografia

Guilherme Felipe Costa (EA/UFMG)

Introdução à fotografia. Uso da fotografia para registro da cidade e do patrimônio. Oficina prática para utilização de câmera digital.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dias 05 e 06 / 06, das 14h às 18h.

08.   Mobilidade em cidades históricas

Mariana Verônica de Moura (TECTRAN)

Mobilidade em cidades históricas, abordando o tráfego de veículos pesados, acessibilidade de deficientes, obediência às regras de transito, e formas de solucionar estes problemas.

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 06 / 06, das 14h às 18h.

09.   Uso de Novas Mídias na Educação Patrimonial

Vilmar Pereira de Souza (IEDS / Instituto de Estudos do Desenvolvimento Sustentável)

Apresentação de Novas Mídias e as possibilidades de usos na Educação Patrimonial (site, livros eletrônicos, revistas eletrônicas, mapeamento do patrimônio – Google Maps)

Carga horária: 4 horas-aula

Horário: Dia 06 / 06, das 14h às 18h.

As pré-inscrições podem ser feitas pelo e-mail oficinamestres2014@yahoo.com.br, informando os seguintes dados no corpo do e-mail: nome completo, instituição, e-mail, telefone para contato e o título da oficina desejada.

Conferências sobre Restauro, com Beatrice Vivio

[Clique na imagem para ampliá-la]

restauro

Beatrice Vivio

Arquiteta graduada na Universidad Central de Venezuela e na Università degli Studi di Roma “La Sapienza”, onde fez sua especialização em Restauro de monumentos (1995) e seu doutorado, com tese sobre a obra de Franco Minissi (2004-2008), publicada em 2011 (Franco Minissi. Musei e restauri: La trasparenza come valore. Roma, Gangemi, 2011). Na mesma instituição fez pesquisa sobre a intervenção projetual contemporânea em preexistências históricas (2001-2006). Atualmente participa do projeto de pesquisa da Universidade “Construções do século XIX: ciência, técnicas e restauro”. Colabora desde 1998 na cátedra de Giovanni Carbonara, na Faculdade de Valle Giulia da Sapienza e em cursos de pós-graduação em restauro. Trabalha em obras de restauro particulares na Itália desde 1995 e, atualmente, também colabora com a Superintendência de Bens Arqueológicos de Roma e com o Instituto Superior para a Conservação e Restauro (antigo ICR, ligado ao Ministério dos Bens Culturais).

As conferências fazem parte das Atividades da Comissão de Pós-Graduação da FAUUSP, do acordo de cooperação acadêmica entre a FAUUSP e a Faculdade de Arquitetura da Sapienza e das atividades do Núcleo de Apoio à Pesquisa São Paulo: Cidade, Espaço e Memória.

Financiamento: Universidade Sapienza e USP (Pró-Reitoria de Pós-Graduação)
Coordenação: Beatriz Mugayar Kühl
Apoio Operacional: Alessandra Bedolini, Carolina Fidalgo de Oliveira, Sabina Uribarren

As conferências serão em espanhol sem tradução.
Inscrição gratuita pelo e-mail conferenciasrestauro-fauusp@hotmail.com (necessária para emissão de certificado).

Data: 12 e 13 de junho
Horário: das 17h30 às 20h
Local: Sala dos Espelhos, FAU Maranhão
Endereço: Rua Maranhão, 88, Higienópolis, São Paulo – SP

Fonte: Eventos FAU

Seminário FAUUSP “Desafios da preservação de bens culturais: método, recepção, intervenções”

[Clique na imagem para ampliá-la]

O seminário é uma iniciativa do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP, realizado com o apoio da Faculdade e de suas comissões de Pós-Graduação e de Pesquisa, da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, que inseriu a reunião no programa “USP Conferências”, e da FAPESP. Conta com a participação de professores convidados, do Brasil e do exterior. O intuito é debater problemas teórico-metodológicos ligados à preservação de bens culturais – discutindo formas de apreensão, políticas de preservação e preceitos teórico-metodológicos para guiar atuações práticas -, explorando a repercussão de certos aspectos no patrimônio institucional, em especial o universitário. Não se trata de exaurir a questão, mas, sim, de pontuar alguns temas, que transparecem na estrutura do seminário, para evidenciar que existem variadas formas de aproximação ao problema, vindas de diversos campos disciplinares, que não são excludentes: é essencial trabalhar com diferentes abordagens, multi e transdisciplinares, de maneira fundamentada, para que os objetivos da preservação, ditados pelas razões de preservar, sejam alcançados.

Programa do seminário
Dia 29. A percepção do patrimônio e sua repercussão em políticas de preservação
14:00 – Recepção, confirmação das inscrições
14:45 – Abertura: Representante da Pró-reitoria de Pesquisa da USP Representante da direção da FAUUSP Representante das Comissões de Pós-Graduação e Pesquisa da FAUUSP Representante da Comissão Organizadora
15:15 – Conferência Inaugural: Gérard Monnier (Professor Emérito da Universidade Paris I Panthéon-Sorbonne). As universidades construídas no século XX: os desafios de sua história
16:30 – Pausa para o Café
17:00 – Paulo C. Garcez Marins (Museu Paulista – USP). Trajetórias da preservação do patrimônio escolar de São Paulo.
18:00 – Silvana Rubino (IFICH-Unicamp): Perdas e ganhos, ou os impasses do patrimônio
19:00 – Debates. Moderadora: Maria Lucia Bressan Pinheiro

Dia 30. Questões teórico-metodológicas de preservação e sua repercussão técnico-operacional
15:00 – Claudio Varagnoli (Faculdade de Arquitetura da Universidade de Chieti e Pescara): Nas fronteiras do restauro: o patrimônio do século XX e a arqueologia industrial na Itália
16:00 – Simona Salvo (Faculdade de Arquitetura, Universidade Sapienza, Roma): Pequenas intervenções para grandes monumentos: a Escola de Matemática de Gio Ponti em Roma
17:00 – Pausa para o Café
17:30 – Conselho Curador (FAUUSP): O Plano Diretor da FAUUSP e o enfrentamento dos futuros projetos
18:30 – Debates. Moderadora: Fernanda Fernandes

Dia 31. A arquitetura de edifícios institucionais, preservação e gestão
15:00 – Hugo Segawa (FAUUSP): Cidade Universitária e Arquitetura: uma análise comparativa de alguns casos latino-americanos
16:00 – José T. Lira (FAUUSP): O papel do CPCUSP na preservação do patrimônio da Universidade de São Paulo.
17:00 – Pausa para o Café
17:30 – Cláudia S. R. Carvalho (Casa de Rui Barbosa): Conservação Preventiva em Museus Casas Históricas.
18:30 – Debates. Moderadora: Monica Junqueira

Observações:
Os dias e horários estão confirmados. Esse programa é, porém, preliminar, podendo sofrer alguns ajustes.
A inscrição é gratuita e aberta a todos os interessados. É necessária para fins de emissão de certificado.
As conferências dos professores convidados estrangeiros serão feitas com tradução simultânea. A retirada dos fones será feita no local, na abertura dos trabalhos (dia 29 e 30, das 14:00 às 15:00) mediante a apresentação de documento de identidade.

Comissão Organizadora:
Profª Drª Beatriz Mugayar Kühl (Coordenação)
Profª Drª Maria Lúcia Bressan Pinheiro
Profª Drª Fernanda Fernandes
Prof. Dr. Agnaldo Aricê Farias
Profª Drª Mônica Junqueira de Camargo
Prof. Dr. Hugo Segawa

O evento é realizado como parte do acordo de cooperação científica entre a FAUUSP e a Faculdade de Arquitetura da Università degli Studi di Roma La Sapienza.
O seminário é relacionado a disciplinas de pós-graduação da FAUUSP, sendo parte integrante de suas atividades: AUH 5816 Metodologia e Prática da Reabilitação Urbanística e Arquitetônica; AUH 5851 Arte e Indústria na Arquitetura Moderna; AUH 5854 Arquitetura Contemporânea Paulista.
A atividade integra também as ações do Núcleo de Apoio a Pesquisa (NAP) “São Paulo: cidade, espaço, memória”, que articula diversas unidades da USP, cujo projeto, “Plataforma São Paulo: cidade, espaço, memória”, acaba de ser selecionado no âmbito do Programa da Reitoria da USP de Incentivo à Pesquisa.

Organização:
FAUUSP – Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto

Financiamento:
USP – Pró-Reitoria de Pesquisa
FAUUSP
FAPESP

Data: 29 a 31 de agosto de 2012
Local: Auditório Ariosto Mila – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP): Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo – SP
Data: dias 29, 30 e 31 de agosto de 2012
Horário: das 14h às 20h
Inscrições: Eventos FAU – Apoio – eventapoio@usp.br

Fonte: Eventos FAU