I Fórum de Publicações Científicas da FMVZ/USP

Programação

3 de dezembro
9:00-9:30 Abertura
9:30-10:45 Ética na publicação científica – Prof. Dr. Sigmar de Mello Rode – UNESP
10:45-11:00 Intervalo
11:00-12:15 Plágio em publicações científicas – Prof. Dr. Marcelo Krokoscz – FECAP
12:15-14:00 Almoço
14:00-15:15 Mídias sociais e publicações científicas – Profa. Dra. Germana Fernandes Barata – UNICAMP
15:15-15:30 Intervalo
15:30-16:45 Periódicos predatórios – Bibliotecária Camila Molgara Gamba – FMVZ/USP
4 de dezembroCurso de redação científica para pós-graduandos – Prof. Dr. Luis Reynaldo Ferracciu Alleoni – ESALQ/USP
9:00-11:00 Parte 1
11:00-11:15 Intervalo
11:15-12:45 Parte 2
12:45 Encerramento

Local:
Anfiteatro Altino Antunes – FMVZ/USP
Av. Prof Dr. Orlando Marques de Paiva, 87
Cidade Universitária – São Paulo – SP

Informações: spgfmvz@usp.br

Vagas limitadas.

Inscrições AQUI

Anúncios

Workshop de Autores Springer 2015 – Redação Científica e Publicação em Revistas Internacionais de Alto Impacto

Workshop de Autores 2015: evento voltado à capacitação de pesquisadores, docentes, alunos de pós-graduação e graduação e de funcionários interessados em aprimorar suas habilidades e conhecimentos sobre redação e publicação científicas internacionais, uma parceria entre o Sistema Integrado de Bibliotecas da USP e a editora Springer.

How to Write for and Get Published in Scientific Journals

(Em inglês)

Data: 21/05/2015 (quinta-feira), das 9h às 12h30.

Local: Auditório Rômulo Ribeiro Pieroni. Portaria n.1 Travessa R – 400 – Cidade Universitária – próximo ao Instituto de Física.

9h: Abertura – Prof. Dr. Carlos de Almeida Prado Bacellar – Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas
A importância da redação e da publicação científica internacional

9h20: Pesquisa e Publicação Científica: opções e oportunidades para os pesquisadores brasileiros
Palestra introdutória sobre as diversas oportunidades de publicação, processo e avaliação

10h: How to Write for and Get Published in Scientific Journals – I
Conselhos práticos de como publicar exitosamente, senso de profissionalismo e conhecimento de normas internacionais na área de comunicação científica. Características da comunicação científica em inglês. Como os jovens cientistas podem desenvolver exitosamente habilidades necessárias para publicar internacionalmente

10h45: Coffee Break

11h15: How to Write for and Get Published in Scientific Journals – II

12h15: Perguntas e Respostas

Fonte: SIBi-USP

Workshops de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica

Dando continuidade ao oferecimento dos workshops de capacitação em publicação científica, a Pró-Reitoria de Pesquisa, em parceria com o SIBi (Sistema Integrado de Bibliotecas da USP), e apoio da FAPESP, oferece mais uma série de Workshops de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica ainda no 1o. semestre de 2012.

Público-alvo: docentes, pós-doutorandos e doutorandos com vínculo ativo com a USP.

Objetivos: apresentar aos participantes novas ferramentas, procedimentos e informações que tornem o processo de produção do artigo científico, assim como a submissão do mesmo, mais eficiente e eficaz. Também prevê a introdução de técnicas e conceitos de Escrita Científica com ênfase em Língua Inglesa. O principal objetivo é contribuir para que o público alvo compreenda as características e convenções do gênero acadêmico, e desenvolva as habilidades necessárias para expressar suas idéias e argumentos de forma eficaz.

Contra-partida: o participante se compromete a submeter seu artigo científico a um periódico internacional indexado no Web of Science no prazo de quatro meses.

Calendário dos Workshops:

EXATAS

21 e 22 de junho de 2012 – Escola Politécnica – São Paulo – SP
28 e 29 de junho de 2012 – Escola de Engenharia de São Carlos – São Carlos – SP

BIOLÓGICAS

27 de junho de 2012 – Faculdade de Medicina – São Paulo – SP
02 e 03 de julho de 2012 – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Ribeirão Preto – SP

HUMANAS

02 e 03 de julho de 2012 – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – São Paulo – SP

Os Bibliotecários da USP estão convidados a atuarem como observadores nos Workshops, visando posteriormente acompanhar e prestar assistência aos pesquisadores da USP em seus processos de pesquisa, organização da informação, estruturação dos artigo, seleção de títulos e processo de submissão.

Para obter maiores detalhes sobre os Workshops, bem como procedimentos para realizar a pré-inscrição, visite a página: www.workshop.sibi.usp.br

 

Fonte: SIBi-USP

Redação científica ganha site especializado

Fonte: Agência FAPESP

21/09/2011
Por Fábio de Castro

Agência FAPESP – Em sete livros sobre redação e publicação científica, o zoólogo Gilson Volpato sistematizou o conhecimento acumulado ao longo de mais de 25 anos de dedicação ao tema. A partir de agora, os interessados poderão encontrar uma referência permanente sobre o assunto na internet.

Volpato, que é professor do Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp), lançou um site que tem o objetivo de oferecer ao público acesso a artigos, dicas e reflexões sobre temas como redação científica, educação e ética na ciência.

No serviço também é possível acompanhar a concorrida agenda de Volpato, que em 2010 apresentou 78 palestras e cursos em todo o Brasil. “Na minha trajetória estou continuamente descobrindo notícias, artigos e outras referências interessantes ligadas à ética da ciência, à publicação e à redação científica. Com base na minha experiência, procurei selecionar esse material, editá-lo e disponibilizá-lo acompanhado de comentários”, disse à Agência FAPESP.

A ideia inicial era lançar um blog, mas a limitação de tempo para a interação constante com os leitores levou o autor a optar por um site. “Além do material proveniente de outras fontes e selecionado, o site permite o download de artigos relacionados aos vários temas que tenho abordado”, disse.

O site se divide nas seções “Ciência”, “Redação Científica”, “Publicação Científica”, “Ética e Moral na Ciência”, “Sociedade”, “Administração” e “Educação”. Em cada uma das seções temáticas há uma lista de livros relacionados ao assunto, artigos, uma série de links para textos externos – com comentários do autor – e uma lista de dicas.

O site também dá acesso a aulas on-line do curso “Bases Teóricas para Redação Científica”, apresentado por Volpato na Unesp. “Por enquanto há 19 aulas disponíveis, mas todo o material já foi gravado. Estou corrigindo detalhes em alguns dos vídeos e em breve todas as 44 aulas estarão no ar”, disse.

Autor do Método Lógico para a Redação Científica, Volpato conta que o conjunto de sua obra procura mostrar que a redação científica deve se pautar pela lógica da pesquisa e não por costumes acadêmicos.

“A redação e a publicação de ciência têm apresentado uma orientação muito técnica, de maneira geral. O que procuro fazer é escapar dessas receitas prontas. Todas as decisões do autor de um artigo devem ser produto da lógica científica e não de regrinhas extraídas dos costumes, que reproduzem e perpetuam equívocos conceituais”, disse.

Em outubro, Volpato publicará o livro Estatística sem dor, em coautoria com Rodrigo Barreto, também professor do Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências de Botucatu da Unesp.

Sobre Redação e Publicação Científica, os últimos livros de Volpato foram: Bases teóricas da redação científica … por que seu artigo foi negado (2007), Pérolas da redação científica (2010), Dicas para redação científica (2010) e Lógica da redação científica (2011).

Redação Científica por Gilson Volpato: www.gilsonvolpato.com.br

 

Regras bem-humoradas para uma escrita melhor

Contribuição da Biblioteca para quem está redigindo seu TFG, Dissertação ou Tese:

1. Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc.

2. É desnecessário fazer-se empregar de um estilo de escrita demasiadamente rebuscado.  Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.

8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou??… então…

9. Palavras de baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.

10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.

11. Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.

12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: “Quem cita os outros não tem idéias próprias”.

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Utilize a pontuação corretamente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais  sabe utilizar o ponto de interrogação

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.

21 Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: “mesóclises: evitá-las-ei!”

23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O seu texto fica horrível!!!!!

25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, desta forma, o pobre leitor a separá-Ia nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.

27. Seja incisivo e coerente, ou não.

28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com  a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneira irritante.

29. Outra barbaridade que tu deves evitar tchê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras,  !… nada de mandar esse trem… vixi… entendeu bichinho?

30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá agüentar já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.