1o. Simpósio de Arquitetura Sustentável, na ESALQ-USP

1 simp arq sust

 

DIA E HORÁRIO: 28 de novembro de 2015, das 8 às 18h

LOCAL: ESALQ/USP, na Av.Pádua Dias, 11, em Piracicaba, SP

COORDENAÇÃO: Prof.Dr.Iran José Oliveira da Silva, Prof.Dr.Durval Dourados Neto e Grupo de Estudos “Luiz de Queiroz” – GELQ 2016

OBJETIVO: O evento tem o objetivo de divulgar e difundir  conceitos e práticas sustentáveis acerca da temática da arquitetura, para garantir  o bem estar relacionado a elementos inorgânicos, organismos vivos e seres humanos, tendo como foco a construção sustentável, o que traz benefíciso  ambientais, sociais e econômicos

PROGRAMA

08:00 – 08:30 – Credenciamento

08:30 – 08:45 – Abertura

08:45 – 10:00 – Palestra 1: A evolução dos materiais alternativos na arquitetura e a relação com a sustentabilidade – Guilherme Faria Tavares

10:00 -10:30 – Intervalo

10:30 – 11:45 – Palestra 2: Paisagismo na arquitetura sustentável – Paulo Trigo

11:45 – 12:00 – Mesa Redonda

12:00 – 14:00 – Intervalo

14:00 – 15:15 – Palestra 3: Certificação LEED: A junção entre a economia e a sustentabilidade – Ingrid Oliveira

15:15 – 15:45 – Intervalo

15:45 – 17:30 – Palestra 4: Como explorar p uso da água em construções – EStudos e soluções hídricas – Conrado Lião Corrêa da Silva

17:30 – 17:45 – Mesa Redonda

17:45 – 18:00 Encerramento

NÚMERO DE VAGAS: 120

TAXA DE INSCRIÇÃO

Até 18/11

– Profissional – R$ 70,00

– Estudante – R$ 50,00

Após 18/11

– Profissional – R$ 100,00

– Estudante – R$ 75,00

Inscrições AQUI

Fonte: FEALQ

Anúncios

4º Seminário Nacional de Construções Sustentáveis e 1º Fórum Desempenho das Edificações – envio de trabalhos até 30/09/2015

chamada

O Seminário Nacional de Construções Sustentáveis nasceu no interior do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Edificações Sustentáveis [NEPES], criado em 2011 nos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil da IMED e neste ano está na quarta edição. O Seminário caracteriza-se como um evento nacional técnico-científico que aborda questões sobre construções sustentáveis em diferentes áreas, visando à busca de cidades mais sustentáveis.

Diante das atuais preocupações acerca dos índices de consumo energético e alternativas para reduzi-los, o 4º Seminário Nacional de Construções Sustentáveis: eficiência energética do ambiente construído e 1º Fórum Desempenho das Edificações se justifica pela possibilidade de divulgar e valorizar as experiências de projetos e pesquisas sustentáveis e ecoeficientes realizadas no Brasil, nas áreas de inovação, gestão, planejamento e tecnologia do ambiente construído, edificações e ambientes urbanos sustentáveis que apresentem soluções eficientes para a busca do equilíbrio entre o que é socialmente desejável, economicamente viável e ecologicamente sustentável, contribuindo de forma eficiente para minimizar o consumo energético.

Este ano o evento conta com o envolvimento do Grupo de Pesquisa em Gerenciamento e Desempenho das Edificações e abre um fórum de discussão e disseminação de princípios e práticas de desempenho vinculados a necessidade de adequação das edificações a Norma de Desempenho – ABNT NBR15575:2013.

Data: De 04 a 05 de novembro de 2015
Local: Auditório Central da IMED
Faculdade IMED
Rua Senador Pinheiro, 304
Bairro Rodrigues – Passo Fundo/RS

Fonte: http://www.imed.edu.br/Comunicacao/Eventos/Hotsite/iv-sncs/

II Congresso Internacional de Habitação Coletiva Sustentável, na FAU Maranhão

O II Congresso Internacional de Habitação Coletiva Sustentável será realizado em São Paulo, nos dias 18, 19 e 20 de abril de 2016, na sede do curso de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP).

Esse II Congresso também contará com Atividades Complementares. Durante os dias 14, 15, 16 e 18 de abril de 2016, será realizado o Workshop Habitar el Presente e, no dia 17 de abril, ocorrerá o Workshop Percursos por São Paulo, cujo objetivo é conhecer e analisar alguns bairros da cidade. Além disso, como complemento às apresentações dos artigos, também haverá uma exposição de pôsteres sobre trabalhos realizados relacionados à habitação coletiva.

Clique aqui para acessar o programa.

Envio de trabalhos até 31/05/2015. Guia para os autores aqui.

10º Seminário Internacional NUTAU 2014

 
“Megaeventos e Sustentabilidade: legados tecnológicos em Arquitetura, Urbanismo e Design”

 
10 a 12 de setembro de 2014
 

Livros de professores da FAUUSP ganham o Prêmio Jabuti

Dois dos três livros premiados na categoria “Arquitetura e Urbanismo” são de autoria de professores da FAUUSP. O resultado foi divulgado no dia 17/10/2013. 

A obra O design sem fronteiras: a relação entre o nomadismo e a sustentabilidade, elaborado a partir da tese de doutorado da professora Lara Leite Barbosa, ficou com a 3º colocação.

Já o livro Esplendor do Barroco Luso-Brasileiro, do professor Benedito Lima de Toledo, ficou com a 1° colocação.

A 2° colocação ficou com o livro Arquitetura : uma experiência na área da saúde, do arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé.

Veja a lista completa aqui.

Três novos prédios, três concepções inovadoras

USP Destaques nº 80 – 06/09/13

A paisagem da Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira”, em São Paulo, ganhará novos contornos. Está prevista a construção de três novos prédios, com projetos de autoria de renomados arquitetos brasileiros

A nova infraestrutura permitirá abrigar, à altura de uma universidade do porte da USP, órgãos importantes e de grande visibilidade e atualidade, além de coroar o ciclo recente de revitalização da estrutura física do campus, que inclui a restauração do prédio da Antiga Reitoria, com a construção das novas dependências do Conselho Universitário; o novo sistema de iluminação; a construção do Centro de Difusão Internacional e do Centro de Convenções, entre outras ações.

O Museu de Arte Contemporânea (MAC), o Instituto de Estudos Avançados (IEA) e o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) terão nova sede, constituída por um edifício localizado na chamada Praça do Pôr do Sol, na Avenida Lineu Prestes, que estará integrado à Praça dos Museus.

A Praça dos Museus, projetada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha, prevê a construção das novas sedes do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) e do Museu de Zoologia (MZ), em área contígua à Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, com frente para a av. Corifeu de Azevedo Marques. A área total construída será de 53 mil metros quadrados. O local contará ainda com um saguão único para os museus, restaurante, café e belvedere. A previsão é de que as obras estejam concluídas até setembro do próximo ano.

O novo prédio do MAC, IEA e NEV, que também foi projetado por Rocha, terá área construída de 21 mil metros quadrados. A concepção do projeto preserva o caráter de espaço de lazer, recreação e de acesso público do local.

Será composto por praça associada a uma torre. A torre terá 12 pisos, com pés-direitos, plantas e estruturas diferenciados nos andares para atender às diferentes demandas de uso, como, por exemplo, instalação de reservas técnicas, acervos de bibliotecas e escritórios administrativos. A verticalização com liberdade de arranjos na construção permitirá uma melhor utilização da área ocupada.

No térreo, será instalado um grande salão para exposições do MAC, auditório, oficinas para atividades didáticas, entre outros espaços. No último andar, um terraço, com jardim e cafeteria, servirá como ponto de encontro e confraternização para funcionários, docentes e visitantes.

Prédio ambientalmente sustentável

O Centro de Estudos de Clima e Ambientes Sustentáveis (Cecas) será a primeira edificação ambientalmente sustentável da Cidade Universitária. O projeto nasceu da parceria entre o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) e a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e integrará o Laboratório de Modelos de Sustentabilidade do Departamento de Tecnologia da Arquitetura da FAU e o Centro de Ciências da Terra e do Ambiente do IAG.

Trata-se de um edifício-modelo, concebido pelos arquitetos Eduardo de Jesus Rodrigues e Marcelo Andrade Romero e detalhamento arquitetônico do escritório de Paulo Bruna. Conta com três blocos funcionais e quatro pavimentos de escritórios e laboratórios, planejados para gerar toda a energia elétrica a ser consumida na etapa de uso e operação por meio da instalação de tecnologias solares.

No projeto, foram considerados três pressupostos básicos: a maximização da relação arquitetura versus clima, como forma de reduzir os futuros consumos energéticos (tecnologias solares passivas); a utilização das tecnologias ativas com baixo consumo de energia e a implantação de iniciativas de sustentabilidade e reduzido impacto ambiental durante as etapas de construção, uso e operação do edifício.

No novo prédio, localizado na confluência da Rua do Matão com a travessa V, estão previstos, entre outros aspectos, o controle da radiação solar por meio de protetores solares externos automatizados; a otimização da Iluminação natural e prateleiras de luz; ventilação natural com controle automatizado; resfriamento do ar pelo solo; geração de energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico; automação e gerenciamento da energia com painel demonstrativo; captação de água de chuva para reaproveitamento em bacias sanitárias e irrigação de jardim; coletores solares planos para aquecimento de água em chuveiros e lavatórios; além da utilização de materiais de construção com conteúdo reciclado.

Inovação

O edifício do Laboratório de Inovação e Empreendedorismo, com projeto do arquiteto Ruy Ohtake, será construído na Escola Politécnica. A iniciativa conta com o apoio da Fundação para o Desenvolvimento da Engenharia, que destinou recursos para a contratação do projeto arquitetônico e executivo do novo prédio. Este será o primeiro laboratório do gênero no país, com nove mil metros quadrados de área construída, quatro pavimentos e projetado para abrigar o desenvolvimento simultâneo de até 30 projetos de grande porte.

A entrada do edifício será constituída por um espaço de exposição voltado para apresentar e discutir os projetos e protótipos dos alunos. O local vai abranger também trabalhos de outras áreas, como comunicação, design, vídeo e cinema. O espaço será organizado por dois paineis de vidro, em dois tons de azul semitransparente e, fixadas nesses vidros, células hemisféricas fotovoltaicas envoltas em semiesferas de acrílico vão gerar energia para uso do prédio. Com cobertura também em vidro, o espaço terá pé-direito de 12 metros.

O edifício estará localizado à Avenida Prof. Luciano Gualberto, travessa 3. Os três prédios estão em fase de elaboração de projeto executivo. Após essa etapa, será possível estabelecer o montante de investimentos a ser feito, dar início aos processos de licitação e elaborar o cronograma para as obras.

Palestra: Aproveitamento de água de chuva, na FAUUSP

[Clique na imagem para ampliá-la]

aproveitamento

Prof. Dr. Daniel Sant’Ana – Universidade de Brasília

Organização: LabVerde e AquaStock

29 de agosto de 2013 (quinta-feira), das 12h00 até as 14h00
Local: Sala 807 – FAUUSP
Endereço: Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo – SP
Aberta ao público

Fonte: Eventos-FAU